A transparência da vida sem rótulos

Por Grazielle Araujo

Tive uma experiência esses dias que me fez refletir sobre rótulos, primeiras impressões, estilos e essas coisas que muitos costumam julgar. Sobre parecer ser algo somente pelo que estamos vestindo, pelas marcas que gostamos - ou que não usamos. De gostos, iguais ou tão diferentes. Das tribos que se misturam e que não possuem qualquer tipo de preconceito, o que lhes permite não fazer todo esse pré-conceito.

Eu estava em outra cidade, rodeada de pessoas desconhecidas e vestida como eu me sinto bem (leia-se legging, tênis e T-shirt). A marca estava estampada em cada peça, à mostra para quem quisesse ver. Então parei num bar, com uma música muito boa e pessoas parecidas entre elas. Eu era uma estranha no ninho, me senti uma luz piscante fluorescente, mas só por causa da roupa. Cogitei ir ao hotel trocar e tentar me camuflar um pouco.

Minha mania de sair falando o que penso mesmo sem conhecer as pessoas me fez desabafar. Estávamos conversando com uns 'locais' e comentei sobre o meu receio de ser mal interpretada entre as pessoas que ali estavam. Foi então que uma carioca muito gente boa me respondeu: "Você está onde quer? Com a companhia que mais gosta? A música está boa? A cerveja gelada? Então, relaxa e curte a noite, pois todos que estão aqui estão fazendo exatamente isso".

Sabe uma sacudida? Exatamente o que eu senti quando me dei conta que eu estava exatamente onde queria, com quem eu queria, ouvindo um som privilegiado (apenas o filho da Cássia Eller) e com uma Heineken abaixo de zero na mão. Eu, que nunca fui uma boa observadora, mas que já julguei as pessoas muitas vezes apenas pelo que estavam vestindo, acabei de aprender mais uma nessa jornada. O que vale mesmo é o que estamos vivendo, se estamos felizes e nos sentindo bem. O resto? É só casca. Meu grande desejo é que possamos criar ou transformar mais lugares onde se possa ser quem somos sem se preocupar com o que vamos parecer ser.

Autor
Grazielle Corrêa de Araujo é formada em Jornalismo, pela Unisinos, pós-graduada em Marketing de Serviços, pela ESPM, e com MBA em Propaganda, Marketing e Comunicação Integrada, pela Cândido Mendes. Atualmente é Chefe de Gabinete do IPE Saúde. Também responde pela Comunicação Social da autarquia, da Sociedade de Cardiologia do RS (Socergs), da Associação Gaúcha para Desenvolvimento do Varejo (AGV) e da Valor Fiscal. Tem o site www.graziaraujo.com.

Comentários