Revista digital entra no ar com foco na programação cultural da Capital

'Clandestina' é projeto da jornalista Amanda Zulke, em parceria com Rodrigo Fontana, que atua com gestão sustentável de projetos

Marília, Amanda, Lídia e Rodrigo - Divulgação

Desde o início da semana, a revista digital 'Clandestina' está no ar. Com conteúdo voltado à programação cultural de Porto Alegre, o projeto surgiu de um sonho antigo da jornalista Amanda Zulke, após um período em Lisboa, onde se especializou em Artes da Escrita. Em parceria com o geólogo de formação e atuante em gestão sustentável de projetos Rodrigo Fontana, a publicação começou a ganhar forma.

Por meio de uma agenda projetada para que seja fácil de visualizar e compreender, além de reportagens e entrevistas, a revista busca fazer com que os leitores possam conhecer os artistas e as atrações que passam por Porto Alegre. A ideia é que a iniciativa se mantenha através de mecanismos criativos e colaborativos, como campanhas de financiamento coletivo e parceria com agentes e lugares culturais. Divulgações de eventos, conteúdos e locais - que estejam de acordo com a curadoria da 'Clandestina' -, também serão usados como método de retorno financeiro.

A equipe, inicialmente, será formada pela jornalista Marília Lima, que tem experiência em curadoria musical e assessoria de imprensa. Além delas e de Fontana, Lídia Brancher assumirá como ilustradora e designer gráfica. Segundo a idealizadora, o time se completará aos poucos. "Gosto de dizer que a equipe está em permanente construção", falou, ao mencionar que eles contam com um grupo de colaboradores e curadores de diferentes segmentos da área da cultura, e "estamos abertos a quem também acredita em um projeto coletivo que se propõe a fortalecer a cena da cidade através do reconhecimento e da divulgação das expressões culturais que temos aqui", afirmou Amanda em entrevista ao Coletiva.net.

Ainda em fase de criação, haverá, também, o 'Clube Clandestina', com o objetivo de reunir pessoas para debates e encontros itinerantes que envolvam o universo da cultura. As atividades terão diferentes formatos, desde rodas de conversa, saraus e pequenos espetáculos, até festas e shows maiores.

Comments