Satisfação: Germano Bedin faz balanço sobre o Salão ARP 2022

Para o profissional, tanto a associação, quanto o mercado devem estar contentes com o evento

Germano Bedin é gerente-executivo da ARP - Coletiva.net

O BarraShoppingSul, em Porto Alegre, presenciou na noite desta quinta-feira, 8, a festa de gala da publicidade gaúcha, com a realização do Salão ARP 2022. E para o gerente-executivo da Associação Riograndense de Propaganda (ARP), Germano Bedin, a palavra que define a realização do evento é "satisfação", sentimento que ele diz ser compartilhado tanto pela entidade, quanto pelo mercado.

Com uma nova direção para o biênio 2022-2023, a ARP passou por uma série de mudanças, e com o Salão não seria diferente, já que teve seu regulamento reformulado. "Foi um baita desafio, porque o mercado pedia isso e desde o início a gente se propôs a fazer a mudança. A ideia era ouvir a todos, a gente criou o projeto 'Escuta, ARP!'", contou em conversa com Coletiva.net. O plano era dar voz aos profissionais da área para traçar o melhor caminho para as alterações.

Todo esse trabalho teve seus resultados exibidos na atual edição do evento. "O principal objetivo era ser mais amplo, mais abrangente e a gente conseguiu. Trouxemos agências do interior, produtoras que não participavam mais do prêmio, até de Porto Alegre, e hoje participam", disse o executivo. Dessa forma, foi possível fazer com que escritórios que antes não se sentiam contemplados com o formato anterior, pudessem estar mais perto do prêmio e do próprio Salão.

Mesmo com o sucesso da realização, o processo de transformações não chegou ao fim, como explica Germano. Agora, o próximo passo é "refinar o regulamento, para deixá-lo mais justo dentro da realidade de 2023". E falando do próximo ano, o planejamento é voltar a ouvir os personagens do setor para entender o "que deu certo e o que deu errado", acolhendo as sugestões. "Em relação ao prêmio, acho que a ARP tem que estar muito satisfeita e o mercado também", complementou.

Do mercado para o mercado

Para Germano, o Salão não é da ARP e sim do mercado, sendo a associação "apenas uma plataforma para a realização". Prova disso é a organização do próprio evento, que conta com o trabalho de diferentes agências, como a HOC - House Of Creativity, responsável pela criação da identidade visual do prêmio. "Eles souberam trazer uma criatividade muito legal através da inteligência artificial", exemplificou.

E é com isso em mente que o executivo abre as portas da ARP para opiniões. "Fazemos uma comunicação para o mercado, para que todo mundo fique muito à vontade para trazer sugestões e pra participar, assim conseguiremos construir um prêmio cada vez melhor", finalizou.


Como já é tradição, a equipe de Coletiva.net está presente na nova edição do Salão ARP, uma das mais importantes premiações do mercado, realizada pela Associação Riograndense de Propaganda (ARP). A cobertura on-line, que tem o apoio do Grupo RBS, será atualizada com matérias no portal, entrevistas exclusivas, e repercutidas no Facebook e Twitter, fotos no Instagram do portal, bem como drops em Coletiva.rádio e conteúdos especiais em Coletiva.tv. Sob o comando da editora Patrícia Lapuente, a equipe conta com a atuação dos jornalistas Sarah Acosta e Carlos Eduardo Netto Torres.

Comments