Tempo de retrospectiva

Por Grazielle Araujo

Eu ainda não tinha tido a experiência de falar de mim durante quase duas horas, de buscar na memória situações, emoções, inspirações e pessoas que me fizeram chegar onde estou. Dia desses, enquanto dava uma "entrevista" para uma colega que escreverá o meu perfil aqui no Coletiva (pensa na minha alegria quando recebi o convite!), fiz esse exercício. Com as perguntas feitas todas de surpresa - e que bom! - consegui resgatar e relembrar bons e importantes momentos da minha trajetória profissional e pessoal.

Nessa época do ano ficamos todos mais sensíveis, é fato. Eu, que tenho a boa mania de agradecer, olho pra cima (pro céu mesmo) e dou uma piscadela pro Cara lá. Que ano, senhores!

2019 foi um presente e ao mesmo tempo um desafio. Sabe quando a vida faz um cataploft? Começou dia 1º de janeiro para que não restassem dúvidas que seria marcante.

Eu, que lá atrás, ainda menina, tinha um receio enorme em trabalhar com política, fui confiada a estar à frente da comunicação da secretaria responsável pela articulação política no governo. Ô Deus, que a sua vontade seja sempre soberana! São aquelas oportunidades que a vida te dá para que - diariamente - tu aprenda alguma coisa nova. Claro que ter a liderança de uma pessoa ímpar faz toda a diferença. Reforcei, na prática, o que aprendemos como teoria. Valorizei, de uma forma ímpar, a importância do relacionamento. Gente, comunicação é 80% relacionamento. Os outros 20% são compostos de sorte, um pouquinho de conhecimento e técnica. No todo, é vocação, dedicação e comprometimento.

No dia 31 eu vou olhar pra frente e sonhar... porque o que eu cresci nestes meses vai valer para muitos e muitos que virão. Fico ansiosa para saber o que 2020 tem guardado. Meu convite é para que todos, independente do que aconteceu, antes de qualquer coisa, agradeçam. Se chegamos até aqui é porque aguentamos tudo que nos foi dado. Depois, é hora de resgatar o que 2019 teve de positivo, de acumular o aprendizado, de perdoar erros pessoais e de exaltar até mesmo as pequenas conquistas. Neste exercício a gente geralmente se surpreende com a nossa capacidade de aprender. Faz aí! 

Autor
Grazielle Corrêa de Araujo é formada em Jornalismo, pela Unisinos, cursa MBA em Comunicação Eleitoral e Marketing Político, na Estácio de Sá, é pós-graduada em Marketing de Serviços, pela ESPM, e com MBA em Propaganda, Marketing e Comunicação Integrada, pela Cândido Mendes. Atualmente é chefe de Comunicação Social na Casa Civil do Rio Grande do Sul. Também responde pela Comunicação Social da Sociedade de Cardiologia do RS (Socergs) e da Associação Gaúcha para Desenvolvimento do Varejo (AGV). Tem o site www.graziaraujo.com

Comments