Boletim da ARI destaca ataques à mídia no Brasil e no mundo

Tambor da Aldeia traz pesquisa da ONG Artigo 19 e campanha da Abraji em defesa do trabalho da imprensa

Reprodução

O boletim Tambor da Aldeia, produzido pela Associação Riograndense de Imprensa (ARI), registrou ameaças e agressões sofridas por jornalistas em todo o Brasil e pelo mundo. Entre os destaques está que a ONG Artigo 19 denunciou que, em 2017, houve, pelo menos, 27 graves violações contra comunicadores, segundo relatório do início de maio. Ainda, o lançamento da campanha da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) baseada no mote 'Se a notícia é a violência contra jornalistas, temos um problema', busca chamar a atenção para casos de violência contra profissionais da imprensa durante o exercício da profissão.

A edição também destacou o caso do jornalista Leonardo Coutinho, da revista Veja, que tem sido atacado por políticos bolivianos em razão de um trecho de seu livro 'Hugo Chávez, o espectro'. Em Brasília, o Supremo Tribunal Federal (STF) revogou a decisão da justiça cearense que determinava o recolhimento de uma edição da revista IstoÉ e a juíza da Comarca de Fortaleza que havia proibido a Editora Três de divulgar notícias relacionadas a uma apuração criminal envolvendo o ex-governador do estado Cid Gomes, teve mandato cassado.

Na seção 'Pelo Mundo' é destaque o assassinato do radialista Juan Carlos Huerta, diretor da rádio Sin Reservas, no México, morto a tiros quando saía de casa. Na Venezuela, foram registrados ataques durante cobertura das eleições e profissionais da imprensa nacional e internacional foram retirados dos centros de votação e impedidos de realizar seu trabalho devido às restrições impostas pelos pelo governo. E, ainda, jornalistas sul-coreanos foram proibidos de acompanhar o fechamento da base de Punggye-ri, que sinaliza o desligamento do programa nuclear da Coreia do Norte.

A ARI (www.ari.org.br) disponibiliza o correio eletrônico [email protected] aos profissionais e estudantes da comunicação social para as denúncias envolvendo atentados ao livre exercício da profissão de jornalista. O programa Conversa de Jornalista, transmitido aos sábados pela Rádio da Universidade AM 1080 Mhz, de Porto Alegre, apresenta a resenha semanal das ocorrências nacionais e internacionais sobre liberdade de imprensa e expressão. Tambor da Aldeia tem como responsável o jornalista Vilson Antonio Romero. A edição completa do Tambor da Aldeia pode ser lida aqui

Comments