Veículo cria grupo voltado ao combate da censura sobre as artes

Projeto se iniciou a partir de relatos de cancelamento de eventos

Divulgação

Com a ocorrência de algumas manifestações de impedimento de espetáculos e retirada de obras em mostras, o Observatório de Censura à Arte, projeto que surgiu a partir do veículo de Jornalismo Nonada, visa dar publicidade desses atos à comunidade. A iniciativa saiu do papel após o grupo receber relatos de cancelamentos de eventos com argumentos políticos de 'inadequação etária'.

Na ação, os jornalistas pretendem elaborar um dossiê - com fotos, vídeos e links de notícias - relatando todos os casos até setembro deste ano. O projeto será constantemente atualizado, conforme novas notícias sobre censuras do tipo, além de ser publicado com licença livre de acesso e utilização por parte de outros veículos.

Rafael Glória, editor-fundador do Nonada, comenta que "é dever do Jornalismo reportar violações à Constituição, e a ideia do observatório vem nesse sentido: mapear casos que impedem a livre expressão, que sabemos não ser uma novidade, mas que, certamente, vem crescendo juntamente com o aumento de um discurso conservador e, por vezes, preconceituoso contra a cultura", aponta ele. Os relatos devem ser enviados para o email [email protected] ou pelo formulário https://forms.gle/n9rtLyGN1EVy4bPr8, sejam eles praticados por artistas ou testemunhas dessa censura. Após o recebimento da denúncia, será feito um estudo de veracidade do caso por meio de técnicas de verificação jornalística.

Comments