Repórter do CP e da Guaíba cobre prova de automobilismo nos EUA

Bernardo Bercht acompanhará as 24 horas de Daytona pelo blog PitLane e o programa Guaíba 300 por Hora

Bernardo Bercht acompanhará disputa de automobilismo - Divulgação

Mais uma cobertura internacional entra para a programação da rádio Guaíba e para o currículo do jornalista Bernardo Bercht. Isso porque o repórter está de malas prontas para os Estados Unidos, onde acompanhará as 24 horas de Daytona, pelo blog PitLane e pelo programa Guaíba 300 por Hora, no sábado, 26. O profissional, que é repórter web do CP há oito anos, adianta que a cobertura terá conteúdo exclusivo a cada hora de prova e, provavelmente, a cada minuto com vídeos, boletins, fotos e entrevistas com pilotos e produção.

Bercht explica que vai manter um liveblog, no qual serão inseridos impressões e boletins especiais ao longo do evento, dos treinos até as entrevistas após a bandeirada. Ele vai procurar se basear na sua tradicional cobertura das 12 Horas de Tarumã, em Viamão, para acompanhar o pique desta jornada automobilística. "Será a primeira vez que cubro um evento de 24 horas. Ficar acordado direto corre o risco de perder o foco. Arranjar um jeito de tirar um cochilo parece ser o plano. Mas daqui a pouco o principal acontecimento da corrida está rolando e você perde porque estava dormindo. Vai ser complicado se organizar", projetou.

No entanto, o repórter está animado com o desafio e se mostra empolgado com a possibilidade de cobrir Daytona. "Quando se acompanha por TV, ou por streaming de internet, não consegue ter a dimensão de tudo o que acontece em uma prova de altíssimo rendimento. Estou feliz em conseguir obter conteúdos que a gente só consegue quando está lá nos boxes", contou. Para ele, esta é mais uma conquista profissional. "É concretizar a principal meta de quando ajudei a criar o blog PitLane e o programa Guaíba 300 por Hora. Trazer coberturas exclusivas das maiores corridas do mundo e fazer entrevistas especiais com personagens do automobilismo", comemorou.

As 24 Horas de Daytona é disputada desde 1964 e reúne, anualmente, mais de 200 mil admiradores do automobilismo. A deste ano será a terceira competição norte-americana que o jornalista cobrirá nos últimos meses, visto que ele acompanhou as 500 Milhas de Indianápolis, em maio de 2018, e a última etapa da Fórmula Indy em Sonoma, em setembro último.

Comments