Uma Porto Alegre Inquieta

Por Cris De Luca

Quando um grupo de pessoas começa a se encontrar de forma voluntária para discutir assuntos sobre a cidade e a pensar projetos para melhorar a vida por aqui, sempre dá uma aquecida no coração. E acompanhar essa movimentação de perto, deixa a gente cheia de vontade de se mexer também. Comigo não foi diferente. Faz uns seis meses que fiquei sabendo sobre o Porto Alegre Inquieta, mas só fui apresentada para ele formalmente num evento lá na Associação Comercial de Porto Alegre. Fiquei bem interessada em saber como eu podia ajudar a construir ou a reconstruir esse lugarzinho que há 15 anos eu chamo de minha casa.

A oportunidade apareceu em janeiro, se não me engano, quando consegui participar de um encontro presencial do grupo do Turismo e captar parte do processo, digo parte porque como é um coletivo completamente orgânico, as coisas fluem de outra forma. Mas como eu preciso desenhar as coisas para saber como posso acrescentar e também agregar outras pessoas ao movimento, eu monto um tipo de sistema próprio mesmo . E só agora que estamos quase colocando na rua alguns projetos, em breve todo mundo vai ficar sabendo, é que consigo explicar melhor o que é. Então, vamos ao que interessa para ver quem também se anima, assim como eu, a se juntar a esse grupo que hoje envolve e conecta cerca de 1.500 pessoas e 30 grupos sobre temáticas diferentes e necessárias para a Capital.

O Porto Alegre Inquieta é um coletivo de pessoas que acredita na transformação da cidade a partir da economia criativa. Ele representa um novo modelo de organização social que cria conexões, processa informação com rapidez e é flexível para se adaptar às transformações e mudanças de rotas. O movimento compartilha a crença de que a economia criativa tem potencial transformador e está muito bem representada na natureza da cultura, dos talentos e dos espaços da cidade. E agrega essas pessoas, esses inquietos, de forma simples e imediata, sem qualquer hierarquia entre seus membros, através de grupos de WhatsApp, divididos por temática e por projeto, e encontros presenciais, essenciais para poder construir entregas e formar grupos de trabalho para os projetos.

Vocês já devem ter lido por aí sobre o mapeamento de economia criativa de Porto Alegre, pois bem, essa é uma das iniciativas geradas dentro do POA Inquieta. Na semana de aniversário de Porto Alegre, vai ter pelo menos mais um projeto na rua e por aí vai! Para quem quiser saber mais sobre o coletivo, pode acessar o site www.poainquieta.com.br e buscar os perfis nas redes sociais ou pode participar do Seminário POA Inquieta na Virada Sustentável, em 5 de abril, no Theatro São Pedro, que terá como tema inovação e sustentabilidade e vai apresentar um pouco do que os inquietos estão fazendo em e por Porto Alegre. Vem junto!

Autor
Jornalista, formada pela Universidade Federal de Santa Catarina, especialista em Marketing e mestre em Comunicação - e futura relações-públicas. Possui experiência em assessoria de imprensa, comunicação corporativa, produção de conteúdo e relacionamento. Apaixonada por Marketing de Influência, também integra a diretoria da ABRP RS/SC e é professora visitante na Unisinos e no Senac RS.

Comments