Luciana Bazanella apresenta dados e reflexões sobre o futuro do trabalho no Janela ARP

Pesquisa da White Rabbit foi abordada, com análises sobre as mudanças no mercado

Luciana Bazanella falou no Janela Arp - Caroline Motta

Aconteceu na noite desta quinta-feira, 18, uma nova edição do Janela ARP, evento promovido pela Associação Riograndense de Propaganda (ARP). Na oportunidade, a publicitária Luciana Bazanella apresentou pesquisa realizada pela White Rabbit, agência de exploração de tendências para cocriação de futuros desejáveis, da qual é cofundadora.

No evento, Luciana buscou realizar uma palestra dinâmica e descontraída, com a participação do público presente. De acordo com ela, tanto do ponto de vista criativo, como de plataforma, a inteligência artificial tem tomado espaço. Por isso, no futuro, talvez realmente não haja espaço para todo mundo trabalhar oito horas por dia, durante cinco dias da semana - mas isso pode não ser de todo mal: "Seremos obrigados a pensar em um outro paradigma de trabalho".

A publicitária ressaltou que, além de todas as disrupções que têm ocorrido, diversos eventos estão em curso, como o envelhecimento da população, internet das coisas e a segurança de dados. "Mudança é a nova constante. Evolução não é mais a 'sobrevivência do mais apto'. Para as carreiras do futuro, evolução é a sobrevivência", avaliou.

A pesquisa apresentada por Luciana apontou que, hoje, os colaboradores buscam no seu trabalho mais do que um cargo. Eles desejam segurança psicológica, confiabilidade, estrutura e clareza, significado na sua função e impacto. "Há uma mudança de poder para empoderamento, e de preservação da atividade da empresa para evolução da mesma", concluiu.

O evento contou com breve abertura realizada pela presidente da ARP, Liana Bazanella, que aproveitou a oportunidade para lançar a revista Review - publicação anual da entidade que aborda as atividades da mesma. A mediação da palestra foi realizada pela diretora de Conteúdo e Experiência da ARP, Tânia Giaccobo.

Comments