Já são conhecidos artistas visuais selecionados para exposição na Virada Sustentável

Treze profissionais farão cinco obras em mostra interativa na Orla Moacyr Scliar (Orla do Guaíba)

Anunciados os 13 artistas selecionados para exposição na Virada Sustentável - Divulgação

A Virada Sustentável Porto Alegre escolheu 13 artistas visuais para a exposição 'Os ODS na Virada', em sua última chamada pública de projetos de 2019. A exposição será montada a céu aberto durante a quarta edição do evento, realizado de 5 a 7 de abril, na Orla Moacyr Scliar (Orla do Guaíba), em Porto Alegre. A iniciativa terá cinco obras em suportes hexagonais, que poderão ser manipulados pelo público.

Trinta e dois artistas e coletivos de diversas localidades do País participaram da seleção, com um total de 22 projetos inscritos, todos levaram em conta os 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável que norteiam a agenda 2030 da ONU, além dos específicos que serão tratados durante o evento. São eles: Igualdade de gênero, Redução das Desigualdades, Consumo e Produção Responsáveis e Ação Contra Mudança Global do Clima.

O pernambucano Eládio Ferreira está entre os selecionados. Ele, que tem como referências as obras de Vik Muniz e Joan Fontcuberta, é engajado em causas ambientais e integrante do Projeto Route, o qual realiza ações ambientais no Brasil, nos Estados Unidos, em Portugal. A obra do artista fará uma reflexão sobre consumo responsável e gestão de resíduos. A dupla de artistas Beto Rodrigues (fotógrafo) e Susie Prunes (fotógrafa e ceramista) também foi escolhida, com o projeto Pérola Mãe, que mistura imagens e manejo de objetos pelo público, representando o respeito mútuo, independentemente das crenças e da diversidade religiosa.

O artista Cristiano Sant'Anna, que é fotógrafo e mestrando em poéticas visuais pela Ufrgs, estará na mostra com o Manual do Condutor de Carrinho de Papeleiro. A intervenção coletiva é feita com os papeleiros Antônio e Jacson Carboneiro (pai e filho), que trabalham com coleta e reciclagem na Vila dos Papeleiros, em Porto Alegre. A obra vai abordar a redução das desigualdades e o consumo e produção responsáveis. A publicitária e estudante de Artes Visuais Betina Nilsson foi selecionada com o projeto Minha Ciranda, que reflete sobre o feminismo e a sororidade feminina.

O Coletivo Criarte, formado por seis jovens artistas engajados em ações de arte urbana, sugeriu um trabalho sobre a Ação Contra a Mudança Global do Clima. Os temas a serem trabalhados pelo grupo são Redução do desmatamento, energias renováveis, gestão de resíduos, mobilidade sustentável e o Acordo de Paris, por meio da técnica da pintura.

Os artistas Jeaninne Kirschke, com a obra Conexão Biomas, e Paulinho Marques David, com o projeto Muda'Dor, estão na condição de suplentes, colocados pela comissão de seleção. Sendo assim, eles poderão ser chamados caso seja necessário substituir algum dos selecionados. Os escolhidos receberão cachê e ajuda de custo para a execução do projeto em suporte que será fornecido pela Virada, uma estrutura hexagonal em metalon, fixada em eixo com rolamentos para permitir que as pessoas possam interagir, fazendo o suporte girar em 360º.

Comments